O que é Japamala ?

O que é a Japamala?

 

 A palavra japamala vem do sânscrito onde japsignifica murmurar, repetir.”Japaé a prática feita pelos yogis na repetição em tom de murmúrio de mantras, de passagens das escrituras, ou do nome de uma divindade.Mala é uma palavra de vários significados em sânscrito, porém neste caso, ela quer dizer, apenas, “cordão de contas”.

  Sua origem remota ao 3 milênio antes de Cristo, na região que hoje conhecemos como Índia. O japamala é um tipo de rosário. Na nas tradições orientais como hinduísmo e budismo, é o instrumento milenar usado para contar o número de vezes que um mantra é recitado, as respirações feitas durante a meditação, para a proteção contra energia negativa ou simplesmente para o relaxamento e alívio da tensão.

 Seja qual for a sua orientação religiosa, tais objetos e práticas movimentam nossa energia e ajudam a liberar as tensões condensadas pelo ritmo cotidiano cada vez mais frenético.

  Uma mente livre e limpa” é capaz de concentrar-se de forma equilibrada no que é necessário e verdadeiro para cada momento, selecionando a essência da aparência para traduzir a mudança interior em transformação exterior.

 

Por que o número 108?

 

 Segundo os budistas tibetanos e os yogis hindus, 108 é o número que se deve repetir um mesmo mantra ou uma mesma mentalização, em cada prática espiritual.

Acreditam que ao se completar o ciclo de 108 repetições, seja de uma oração, de uma invocação ou de um mantra, alcança-se um estágio superior na consciência: a mente transcende a matéria e acessa os níveis que nós chamamos de “transe”, no ocidente.

 Além disso, o número “108” é considerado um número sagrado: o alfabeto sânscrito possui 54 letra-fonemas masculinos e 54 letras-fonemas femininos, resultando em 108 fonemas no total.

 O número 108 também aparece como a representação do chacra cardíaco nos texto védicos, onde 108 é o número em que se divide o tempo entre passado, presente e futuro.

 O Mala pode conter contas que também formam divisões de 108, de modo que o mesmo cálculo possa ser mantido.Existem três tamanhos de cordões, os menores, de 27 contas, em seguida de 54 contas e o maior de 108 contas.

 Chegar ao “Meru”, a conta central no mala, mostra que você fez o seu “japa” por 108 vezes. Completar o circuito de 108 mantras é um passo a mais no caminho da elevação espiritual. Cada Volta realizada no “Mala”, é um degrau na escada para a união com o éter divino.

 

Boa prática !!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *